A final da Champions League e a mudança do futebol brasileiro

Assistir à um jogo do Real Madrid, do Barcelona, do Bayer, do Juventus, ou seja, dos grandes clubes de futebol da Europa, representa para nós, brasileiros, um retorno a um passado bem longínquo. Acompanhar estes clubes reativa nossa querida lembrança dos grandes momentos que vivemos no Brasil, com o futebol bem jogado, dos gigantes embates clássicos e dos inúmeros jogadores excepcionais que faziam parte de poderosos esquadrões esportivos.

Com uma grande carga de saudosismo, estas equipes evocam nossa memória ao futebol que se jogava nesta terra tupiniquim! Aqui se jogava um futebol que era diferente e mais bonito do que o de outros países.

O futebol brasileiro era sinônimo de características únicas: irreverência, criatividade e plasticidade. Porém, o tempo foi corroendo e destruindo nossa originalidade futebolística. Restou, então, nos tempos atuais, a sobra de um passado artístico do futebol nos gramados europeus, sobretudo em alguns campeonatos nacionais como o alemão, espanhol, inglês e italiano.

Nestes países, ainda se joga um jogo que dá gosto de se ver. Grandes atletas, grandes jogos que nos aprisionam na TV. Assistir à um jogo da Champions League para quem curte e aprecia um jogo de futebol dinâmico é um programa imperdível! Para os mais novos aficionados, uma possibilidade de conhecer como um jogo de futebol pode ser jogado de verdade; para nós, velhos ranzinzas torcedores, um verdadeiro deleite!

Real Madrid de Cristiano Ronaldo vai encarar a Juventus na final da Liga dos Campeões
Real Madrid de Cristiano Ronaldo vai encarar a Juventus na final da Liga dos Campeões

A ideia de jogo e o modelo que organiza e orienta os jogadores e suas ações técnico- táticas são completamente mais inteligentes em clubes grandes da Europa. A harmonia das jogadas, o duelo que se faz entre os jogadores, entre ataque e defesa, cria um verdadeiro espetáculo esportivo. Toda ação que se vê de um lado representa uma reação de outro, assim as equipes oferecem para a platéia um jogo com momentos de interessantes atitudes. Este diálogo tático abre uma fantástica oportunidade de emoções ao torcedor.

Esperar a grande final da Champions representa para nós, amantes do futebol arte, um momento mágico de sentir o futebol como ele é em sua essência: alegre, imprevisível e irreverente! O que esperar de um jogo entre dois gigantes do futebol, Real e Juve?

Duas escolas clássicas de futebol. De um lado, o espanhol, que prima pelo jogo ofensivo, que reverencia a qualidade individual técnica de seus atacantes. Como segurar uma linha de frente que tem jogadores como Cristiano Ronaldo, Benzema e Bale? Do outro lado, o italiano, com uma linha defensiva fantástica, que cria uma verdadeira muralha aos grandes ataques.

Há favorito para este grande clássico? Acredito que não! Apenas uma certeza: um grande jogo, com momentos fantásticos de extrema qualidade técnica e tática das equipes. Podemos aguardar um jogo de muita emoção do início ao fim!

Que esta final fortaleça o gosto e a exigência do jogo de qualidade e que fomente no Brasil a busca de uma organização do futebol pela prática comprometida com a excelência do jogo. Que a CBF e os clubes possam repensar suas ações em busca de um futebol de mais qualidade compatível com as exigências do futebol moderno. Quem sabe, um dia, poderemos ter no Brasil a volta de um futebol vistoso, alegre e grandioso?

468 ad