Animação mineira rumo à Itália

(Agência UFMG) – A animação científica Por que vemos colorido?, produzida pelo projeto de extensão Universidade das Crianças – UFMG, foi selecionada em mostra competitiva do International Tour Film Festival, que será realizado em Roma (Itália), em setembro e outubro deste ano.

Criada a partir de questionamento de Daniel Munoz Garcia, 9 anos, que frequentou a Universidade das Crianças de Medellin (Colômbia), a animação foi dirigida por Fabiano Bomfim e Marcela Werkema.

Os dois foram estudantes do curso de Artes Visuais, da Escola de Belas- Artes da UFMG, e começaram a colaborar com o projeto Universidade das Crianças em 2008, ainda como bolsistas da Pró-reitoria de Extensão. Desde 2011, passaram a dirigir os trabalhos artísticos no projeto, já como animadores profissionais e bolsistas PBTI do CNPq.

O trabalho também contou com a colaboração da professora Juliana Tavares, do Departamento de Fisiologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), de Bruno Sommerfeld, graduado em Cinema de Animação e Artes Digitais e bolsista de apoio técnico do CNPq, e dos bolsistas Proex Dayse Teodoro, Eduardo Bruekers e Rayanne Vieira.

Em dez anos de existência, o projeto produziu 14 animações, uma das quais – De onde vêm os bebês?– ultrapassou a marca de 109 mil visualizações no Vimeo em cerca de dois anos.

Essas animações vem sendo exibidas a crianças moradoras de capitais e cidades do interior de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Bahia, Pará, Maranhão, Pernambuco, Tocantins, Maranhão, Goiás, Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo. No exterior, as animações foram exibidas em Seia (Portugal) e Buenos Aires (Argentina).

Estruturado em forma de projetos ou de setores espalhados em instituições de ensino, o Universidade das Crianças é dirigido a crianças do ensino fundamental, com o objetivo é aproximar as crianças da academia e promover a cultura científica e o empoderamento.

Atualmente, existem cerca de 300 Universidades das Crianças no mundo, quatro delas em Minas Gerais, sediadas nas universidades federais de Minas Gerais, de Ouro Preto, dos vales do Jequitinhonha e Mucuri e na PUC Minas.

468 ad