Carnaval na mira

Com o objetivo de consolidar o Carnaval de Belo Horizonte como um produto turístico e incentivar visitantes a curtir a folia na cidade, bem como os atrativos turísticos, a oferta hoteleira, o comércio, bares e restaurantes e tudo o mais que a capital mineira oferece, a Belotur antecipou o lançamento do evento para este mês.

O que marca o lançamento do Carnaval de BH 2017 é a abertura do cadastramento dos blocos de rua que queiram contar com apoio de infraestrutura da Prefeitura e da inscrição de artistas para se apresentarem nos palcos oficiais.

Além disso, várias agendas com o mercado hoteleiro e demais segmentos da cadeia produtiva do turismo estão na pauta para que as empresas do setor possam aproveitar dos benefícios de que a cidade possui hoje um dos carnavais mais procurados do Brasil.

“A divulgação do Carnaval de Belo Horizonte será intensificada por todo o estado e principalmente pelas regiões Sudeste e Centro-Oeste do país com antecedência. É um evento que explodiu nas mãos da população e o papel da Prefeitura é oferecer a infraestrutura para que ele aconteça bem e torná-lo definitivamente um produto turístico, que significa promovê-lo e gerar movimento na cadeia produtiva, ou seja, o consumo dos hotéis, comércio, bares e restaurantes da cidade”, comenta o presidente da Belotur, Leônidas Oliveira.

Carnaval de 2016 contou com mais de 200 blocos cadastrados em BH
Carnaval de 2016 contou com mais de 200 blocos cadastrados em BH

O Carnaval de BH 2017 será no período de 11 de fevereiro a 1º de março. Os representantes dos blocos já podem fazer o cadastro por meio do site  até o dia 30 de novembro deste ano.

O Carnaval de BH 2016 contou com mais de 200 blocos cadastrados, somando 274 desfiles pela cidade. As demandas necessárias para atender aos blocos de rua credenciados, relativas à mobilidade urbana, logística, segurança, limpeza e instalação de banheiros químicos para os desfiles, serão avaliadas pela Belotur e demais órgãos envolvidos, de forma que possam ser atendidas com apoio necessário para a realização da festa.

O credenciamento para os artistas que queiram se apresentar nos palcos oficiais também está aberto e o edital poderá ser solicitado pelo email licitacoes.belotur@pbh.gov.br.

O diretor de Eventos da Belotur, Gilberto Castro, explica que esse cadastro não é obrigatório, mas é muito importante para a logística e planejamento do Carnaval.

“Com os dados fornecidos pelos representantes dos blocos, podemos planejar melhor a festividade, juntamente com todos os órgãos envolvidos, minimizando os possíveis problemas causados pela festa e garantindo, na medida do possível, um apoio para os organizadores, foliões e moradores da cidade de Belo Horizonte. A divulgação dos cortejos por parte da Belotur é uma opção de cada representante. O objetivo é fazer uma festa cada vez mais organizada, mais limpa, com mais segurança, atendendo a todas as regionais, para todo o tipo de público”, comenta Castro.

Planejamento
Com o objetivo de evoluir o planejamento e ações para o Carnaval de 2017, a Belotur já realizou, neste ano, reuniões com o Corpo de Bombeiros, com o Ministério Público, BHTrans e com a Polícia Militar, além de intermediar reuniões entre os blocos de rua.

“A participação efetiva dos representantes de blocos de rua está sendo fundamental para o sucesso do Carnaval de BH. As decisões são tomadas de maneira compartilhada entre os órgãos e os blocos. Esse diálogo aberto é um dos segredos deste que já é o evento mais importante da cidade”, conclui Gilberto Castro.

468 ad