Charme de Marta Rocha

A partir de sábado (22), um ônibus Chevrolet datado de 1957, conhecido como Jardineira ou Marta Rocha, vai levar o público aos principais atrativos turísticos da Pampulha, entre eles a Igrejinha São Francisco de Assis, o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile e o Iate Tênis Clube, que compõem o conjunto moderno da Pampulha, recentemente condecorado como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

A linha foi batizada como Pampulha Retrô Tour. Vai funcionar aos sábados, domingos e feriados até dezembro deste ano. A possibilidade de prorrogação contratual, por meio de licença, vai depender da nova gestão municipal após a eleição.

Os pontos de embarque e desembarque dos passageiros são os próprios atrativos. O valor do tíquete é de R$20 por pessoa. O passageiro tem direito a quatro embarques/desembarques no atrativo que escolher. Dentro do ônibus haverá um guia para apresentar a história e curiosidades sobre toda a Pampulha.

O lançamento do Pampulha Retrô Tour pela Prefeitura de BH ocorreu nesta quinta-feira (20), por meio da Belotur e em parceria com a Associação Cultural dos Amigos do Museu de Arte da Pampulha (AMAP) e o Instituto Cultural Artigos e Carros de Época (Museu de Objetos e Veículos Antigos – MOVA). O primeiro tour foi reservado a jornalistas convidados. A reportagem do Viva Pampulha marcou presença e participou da jornada de estreia.

“O Pampulha Retrô Tour vai dar outra opção de transporte aos visitantes, com todas as características especiais que possui, nos remetendo à época de inauguração do conjunto moderno, na década de 40. É um projeto realmente muito especial e que, com certeza, irá impulsionar o turismo na Pampulha e em Belo Horizonte ainda mais”, disse o presidente da Belotur, Leônidas Oliveira.

De acordo com Jeferson Rios, diretor do MOVA, a jardineira já possui uma história com a Pampulha. “Quando eu era criança, meu pai me levava para passear na jardineira. Ela percorria bairros de Belo Horizonte, inclusive a Pampulha. Passava pelo Cassino – atual Museu de Arte da Pampulha –, pela Casa do Baile e também pela Igrejinha. E hoje estamos revivendo toda essa história”, relata Rios, que é o proprietário da raridade.

Ainda de acordo com ele, o ponto final da jardineira era a Praça da Estação, outro atrativo turístico de Belo Horizonte.

Outra curiosidade é o apelido de Marta Rocha que o ônibus tem. “Isso porque ele foi lançado na mesma década que Marta Rocha foi Miss Brasil e quase chegou a ser Miss Universo, perdendo apenas para a americana Miriam Stevenson por ela ter duas polegadas a mais nos quadris”, acrescenta Rios.

Itinerário

O Pampulha Retrô Tour terá como ponto de partida a Igreja São Francisco de Assis.

Rota regular:

– Igreja São Francisco de Assis > Casa JK (parada)
– Casa JK > Museu Brasileiro do Futebol (parada)
– Museu Brasileiro do Futebol > Iate (sem parada)
– Iate > Casa do Baile (sem parada)
– Casa do Baile > MAP (parada)
– MAP > Casa do Baile (parada)
– Casa do Baile > Iate (parada não obrigatória)
– Iate > Igreja São Francisco de Assis (Ponto final)

Rota Fundação Zoo Botânica (Somente nos horários das 9h e 14h).

– Igreja São Francisco de Assis > Parque Ecológico (parada no Marco Zero)
– Parque Ecológico > Zoológico (parada)
– Zoológico > Casa JK (parada)
– Casa JK > Museu Brasileiro do Futebol (parada)
– Museu Brasileiro do Futebol > Iate (sem parada)
– Iate > Casa do Baile (sem parada)
– Casa do Baile > MAP (parada)
– MAP > Casa do Baile (parada)
– Casa do Baile > Iate (parada não obrigatória)
– Iate > Igreja São Francisco de Assis (ponto final)

Operação

a) Dias: sábados, domingos e feriados (de 22/10/2016 a 18/12/2016)

b) Horários: 9h*, 10h, 11h, 12h, 14h*, 15h, 16h, 17h
*Às 9h e às 14h, a Jardineira estenderá o passeio e passará pelo Parque Ecológico e Zoológico.

c) Dias de jogos no Mineirão: quatro horas antes do jogo marcado, o Pampulha Retrô Tour não fará a parada no Museu Brasileiro do Futebol, pois esse atrativo estará fechado.

d) Ponto de vendas dos bilhetes: ao lado da Igreja São Francisco de Assis (em frente a praça, na Alameda).

e) Eventos que fecham a orla da Lagoa da Pampulha, como o caso da Volta Internacional da Lagoa (4/12), impedirão a operação da Jardineira em seus horários regulares.

468 ad