Cross up! TSI, um autêntico hot hatch

A expressão rocket pocket, foguete de bolso, é utilizada para os modelos de veículos compactos e que trazem como item de série a diversão. Com honrosas exceções que existiram no passado, quem procura esse tipo de carro no Brasil precisa pesquisar na tabela dos modelos importados, com especial atenção aos mais caros. Mas tivemos a oportunidade de descobrir que existe um hot hatch a venda no mercado nacional, o cross up TSI.

No momento que você estiver lendo essas linhas, poderá pensar que estou empolgado por ser um modelo recém-lançado, a versão 2018. Antes de receber o carro, lembrei-me da propaganda de lançamento do up que recomendava “desachar”. Ou seja, por R$ 59.991, segundo cotação obtida no site da Volks, é possível ter um carro que consegue ao mesmo tempo ser ágil, prático na cidade e divertido nas estradas.

Para ter uma ideia do que estou falando, o up! pesa 1.003 kg e é equipado com o motor EA 211, 1.0 de três cilindros, duplo comando de válvulas, injeção direta e turbinado que gera 101/105 cavalos de potência, 16,8 Kgfm de torque e uma relação peso/ potência de 9,44 kg/cv. Mesmo não sendo um primor em economia, afinal não existe almoço grátis, o carro pode ser considerado comedido no consumo de combustível com médias de 13,7 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada.

Up!

O motor, mesmo com vibração e ruídos típicos de propulsores com número ímpar de cilindros, responde rápido ao menor toque no acelerador e o melhor, sem as constantes reduções de marcha. Tudo isso sem as constantes reduções de marchas no câmbio de cinco marchas e ajuste preciso. A estabilidade, proporcionada pelas rodas de 15 polegadas juntamente com os pneus 185/60 passa segurança nas curvas, mesmo para um modelo considerado alto, com motor potente e baixo peso.

Mas, é na cidade que o cross up se sente em casa. Além de ganhar velocidade com facilidade, mesmo nas subidas mais íngremes, o compacto pode ser manobrado nos menores espaços graças ao tamanho reduzido, aos sensores de estacionamento traseiro com gráficos no painel e a direção elétrica, que poderia ser um pouco mais leve nas manobras em baixa velocidade.

Up
Up

Porém, como o up! é um carro leve, penso que a Volks optou pelo equilíbrio entre os consumidores que utilizam o carro na cidade e aqueles que utilizam na estrada. A suspensão é rígida e não faz questão de ser discreta ao transferir as imperfeições do asfalto para a cabine; basta passar por algum buraco ou valeta para ouvir as indesejáveis batidas secas, sinalizando que o amortecedor chegou ao final do curso e atingiu o batente da suspensão.

Mesmo compacto, o espaço interno é suficiente, afinal as rodas se encontram bem nas extremidades da carroceria de quatro portas. O porta-malas é dividido em dois por uma tampa. O compartimento tem a parte mais rasa e mais compacta, além de outro mais espaço mais profundo que permite acessar os 285 litros de capacidade anunciados pela montadora alemã.

Os pontos negativos ficam por conta da falta de vidros elétricos para os passageiros de trás e o alarme, que não sobe os vidros quando é acionado. Mas, diante da diversão e da economia proporcionados, esses detalhes podem esperar a próxima atualização do rocket pocket nacional.

Up
Up
up

Motor: Dianteiro, transversal, 3 cilindros, 12V, comando duplo variável, injeção direta, flex.
Capacidade: 999. cm³.
Potência: 105/101 cv a 5.000 rpm.
Torque: 16,8 kgfm a 1.500 rpm.
Câmbio: Manual de cinco marchas, tração dianteira.
Direção: Elétrica.
Suspensão: Independente McPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira).
Freios: Discos ventilados (dianteira) e tambores (traseira),
Pneus: 185/60 R15.
Comprimento: 3,68 metros.
Largura: 1,64 metro.
Altura: 1,50 metro.
Entre-eixos: 2,42 metros.
Tanque de combustível: 50 litros.
Porta-malas: 285 litros.
Peso: 1.003 kg.
Preço da versão avaliada: R$ 59.991,00. (segundo o site da montadora).

468 ad