Em busca da evolução

Primeiro a Volkswagen enviou a este Viva Pampulha a versão de entrada do Virtus, a versão MSI equipada com motor 1.6 que rende até 117 cavalos de potência. Alguns dias depois, a montadora alemã nos enviou a versão que tem o maior destaque, a equipada com o moderno motor 1.0, três cilindros e turbo capaz de atingir até 128 cavalos. Na traseira, o sedan utiliza a identificação do motor segundo o torque em Nm. Apesar de a carroceria ser a mesma, a versão com motor de 1 litro tem um aspecto mais agressivo.

A versão avaliada por nós, Comfortline TSI, é muito mais que simplesmente um Polo sedan, inclusive no preço, que começa em R$ 74.680 – o carro disponibilizado para nós, segundo o site custa R$ 79.187,00.

O sedan possui traseira marcante que lembra tanto o Jetta e até mesmo o Audi A3. Situado acima do Voyage e abaixo do Jetta, o Virtus possui 4,48 m de comprimento por 1,46 m de altura e 1,75 m de largura, medidas capazes de garantir um bom espaço para dois adultos de pouco mais de 1,80 m de altura no banco traseiro; além disso, a versão avaliada conta com saída de ar-condicionado também na traseira.

Virtus

Interior simples e motor eficiente
O volante utilizado nessa versão é multifuncional, tem boa empunhadura e possui uma camada de material que imita couro. Além disso, a partida é por botão e o ar-condicionado digital tem regulagem de meio em meio grau, mas possui apenas temperatura única.

Os porta-objetos são volumosos, assim como o porta-malas de 521 litros. Apesar do modelo não possuir dobradiças pantográficas, as peças no estilo “pescoço de ganso”, não invadem a área de carga. Ainda no porta malas, o assoalho possui fundo removível e que pode ser fixado em dois níveis.

No interior, o Virtus merecia um acabamento mais refinado, inclusive com materiais mais agradáveis ao toque, especialmente no painel, onde o sedan possui comandos bem posicionados e intuitivos.

O sedan, que utiliza o Polo como base, ainda possui central multimídia com tela sensível ao toque com informações úteis como o consumo, autonomia, tempo de utilização desde o último abastecimento, também presentes no computador de bordo. A posição de dirigir é fácil de ser encontrada e os bancos, mesmo sendo de tecido e utilizando o mesmo material utilizado nas portas, são confortáveis.

Virtus

Mas o Virtus se destaca quando o assunto é motorização. Equipado com o eficiente motor 1.0 turbo, que com apenas três cilindros é capaz de render 128 cv e bons 20,4 kgfm de torque a meros 2.000 rpm, o sedan tem desempenho interessante, mesmo com a vibração característica dos motores com número ímpar de cilindros.

Tais números na prática se traduzem em agilidade nas ultrapassagens e respostas rápidas aos comandos do acelerador, isso aliado a economia de combustível.
Segundo dados do Inmetro o carro é capaz de fazer 11,5 km/l na cidade e 14,6 kgfm na estrada.

As relações de marcha são bem escalonadas e o isolamento acústico é bom, por conta das dimensões e peso maiores que o do Polo; afinal a carroceria do Virtus recebeu acertos específicos de direção e suspensão tornando a mais estável devido principalmente ao maior equilíbrio na distribuição de massa e das suspensões mais confortáveis. Tudo isso sem comprometer o bom comportamento, inclusive nas curvas mais rápidas.

Como no Polo, todas as versões do Virtus são equipadas de série com quatro airbags (dois frontais e dois laterais), dois pontos Isofix no banco traseiro, freios com ABS, direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas (os dianteiros possuem função “um-toque” para fechamento e abertura), travas elétricas e chave tipo “canivete” com controle remoto.

Também estão inclusos o computador de bordo, para-sóis iluminados para o motorista e passageiro, tomada de 12V no console central, suporte para celular no painel com entrada USB para carregamento e regulagem de altura para o banco do motorista.

Ficha Técnica – Volkswagen Virtus Comfortline
Preço: a partir de R$ 74.680
Versão avaliada: R$ 79.187
Motor: 1.0, três cilindros, turbo flex
Potência: 128 cv (E) / 115 cv (G) a 5.500 rpm
Torque: 20,4 kgfm a 2.000 rpm
Transmissão: Automática com seis marchas. Tração dianteira
Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / Eixo de torção (traseira)
Freios: Discos nas quatro rodas
Pneus: 205/55 R16
Dimensões: 4,48 m (comprimento) / 1,75 m (largura) / 1,47 m (altura), 2,65 m (entre-eixos)
Tanque: 52 litros
Porta-malas: 521 litros
Consumo gasolina: 11,2 km/l (cidade) / 14,6 km/l (estrada)

468 ad