Evite o desperdício

A chamada “bandeira tarifária amarela” voltou à cena a partir dessa terça-feira (1º), o que deve provocar aumento na conta de energia elétrica. A cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos, o custo extra é de R$ 1,50.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para estabelecer o preço da energia a cada mês, com base nas informações prestadas pelo Operador Nacional do Sistema (ONS).

Para novembro de 2016, o relatório do órgão informa que as condições para a geração de energia hidrelétrica no País estão desfavoráveis, forçando o acionamento de usinas térmicas.

Apesar de significar aumento na conta de luz, o sistema de bandeiras tarifárias permite que o consumidor saiba com antecedência se o preço a pagar será mais alto ou não. A divulgação da cor da bandeira tarifária para cada mês é feita no final do mês anterior. Esse calendário está disponível no site da Aneel.

Portanto, para evitar surpresas desagradáveis na próxima conta, o consumidor deve tomar alguns cuidados para evitar o desperdício de energia.

Ferro elétrico é um dos "vilões" de consumo: saiba usá-lo
Ferro elétrico é um dos "vilões" de consumo: saiba usá-lo

Dicas do Procon 

. Prefira as lâmpadas de LED. Apesar de custarem mais caro que as fluorescentes, elas consomem menos energia e têm vida útil maior.

. Evite deixar lâmpadas acesas em cômodos onde não haja ninguém.

. Chuveiro e ferro elétrico são grandes gastadores. Tome banhos mais rápidos e acumule bastante roupa lavada para passar tudo de uma só vez. Reflita se é realmente necessário passar peças como lençóis, fronhas, pijamas e outros.

. Aparelhos em modo stand-by, apesar de desligados, gastam energia para manter aquela luzinha acesa. Se não os utilizar por muito tempo, desligue-os da tomada.

. Paredes e teto com cores claras refletem melhor a luz e demandam lâmpadas menos potentes. Durante o dia, deixe as cortinas e persianas abertas para aproveitar ao máximo a luz solar.

. Retire o carregador de celulares da tomada quando não o estiver usando.

. Nunca use a parte de trás da geladeira para secar roupas. A borracha de vedação da porta deve estar em bom estado. Além disso, não coloque alimentos quentes na geladeira, pois isso vai fazer com que ela funcione mais tempo para resfriá-los.

. A máquina de lavar roupas deve ser usada sempre em sua capacidade máxima, a fim de reduzir a quantidade de lavagens.

. Ao comprar eletrodomésticos, observe o selo Procel, que indica quais modelos consomem menos energia.

. Se for viajar, retire todos os equipamentos de suas tomadas, exceto a geladeira, caso decida manter nela produtos perecíveis.

Dúvidas – Quaisquer dúvidas do consumidor referentes ao sistema de bandeiras tarifárias devem ser encaminhadas à concessionária de energia elétrica ou à Aneel, pelo telefone 167.

Notícias ALMG

468 ad