Futebol brasileiro, muito mais que um jogo

O futebol representa para nós, brasileiros, muito mais que um esporte, um jogo e uma diversão. Está enraizado em nossa cultura de tal forma que seu jeito de ser, suas caraterísticas técnicas e táticas se assemelham em muito com o nosso jeito de ser e pensar.

Nascemos e crescemos de uma maneira ou de outra ligados ao futebol. Seja jogando, torcendo para nosso time de coração, apreciando um grande jogo de campeonato europeu, estamos nós, brasileiros, ligados ao futebol, em alta tensão.

Está definitivamente colado em nossa pele, tatuado em nosso corpo. Todos entendem, se emocionam, xingam, brigam pelo jogo, perdem horas de sono após uma derrota, escalam o time com soluções táticas simples e ousadas. Assim é o brasileiro, amante confesso deste “muito” mais que esporte, desta religião, desta paixão… Simplesmente futebol!

Falo tudo isso porque não consigo entender como uma coisa tão amada e venerada por uma nação é ainda tratado com menosprezo pelas entidades que o representam: federações, CBF, clubes, escolas etc.

Não estou generalizando, jogando para o alto e apenas atacando! Porém, quando o assunto é futebol, temos que ter mais respeito quando tratamos desta matéria.
Seja em qualquer entidade, pode -se e deve -se exigir mais, fazer mais limonada deste limão!

Para ilustrar melhor:

1 – Os campeonatos estaduais não são de baixo nível técnico?

2 – As condições dos clubes que não são da elite, não são deploráveis?

3 – As categorias de base dos clubes grandes estão verdadeiramente abertas para a seleção de novos talentos?

4 – As escolas investem na promoção deste esporte, com campeonatos e escolinhas de futebol?

5 – A CBF realiza algum projeto que estimule a prática maciça do esporte?
…. e por aí vai!

Precisamos melhorar em muito a utilização do futebol, de sua imagem, tanto no esporte de rendinento quanto no esporte de lazer. Atrelar o futebol à educação é de extrema importância para realmente efetivarmos e tirarmos de sua essência sua ação mágica promotora de alegria, aprendizado e sociabilidade!

Tratá-lo com respeito é valorizar a nossa cultura e oferecer mais educação e promoção de qualidade de vida ao povo brasileiro.

468 ad