Os fantasmas se divertem

Vinte e cinco meses depois de impor à Seleção Brasileira a derrota mais humilhante da história dela, 7 a 1 pela semifinal da Copa do Mundo de 2014, a Alemanha está de volta ao Mineirão. Agora, porém, em versão olímpica, com apenas um jogador que fazia parte daquela seleção que se sagraria campeão mundial em solo brasileiro.

Nesta quarta-feira (10), o Mineirão recebe uma rodada dupla pelo torneio olímpico masculino de futebol.  Pelo grupo D, às 13h, Portugal enfrenta a Argélia. Já pelo C, às 16h, a Alemanha joga contra a seleção de Fiji.

Apenas um integrante da Seleção que massacrou o Brasil no dia 8 de julho de 2014 faz parte da equipe olímpica da Alemanha. Trata-se do zagueiro Mathias Ginter, do Borussia Dortmund. Ele, porém, não chegou a entrar em campo no jogo da goleada histórica.

A Alemanha olímpica ainda não desencantou no grupo C. Empatou as duas partidas que fez até agora, contra México (2 a 2) e Coréia do Sul (3 a 3), e precisa de uma vitória para se garantir na próxima fase. A seleção de Fiji é uma das mais fracas da competição. Já está eliminada e foi goleada nos dois jogos que fez (5 a 1 para o México e 8 a 0 para a Coréia do Sul).

Dependendo de uma combinação de resultados, a Alemanha pode se classificar em primeiro lugar. Caso isso aconteça, os alemães voltariam a jogar em Belo Horizonte, no sábado (13), contra o segundo colocado do grupo D. Para conferir a disponibilidade de ingressos, os interessados devem acessar o site oficial dos jogos: www.rio2016.com.

Outro jogo
Portugal lidera o grupo D com seis pontos. Foram duas vitórias em dois jogos.  Um empate nesta quarta garante aos portugueses a liderança da chave. A Argélia, que perdeu as duas primeiras partidas, já está eliminada. Argentina e Honduras são os dois outros integrantes do grupo.

Seleção alemã olímpica posa para foto oficial ainda durante a preparação para a Rio 2016
Seleção alemã olímpica posa para foto oficial ainda durante a preparação para a Rio 2016

Restrições no estádio

Os torcedores que forem aos jogos de futebol da Olimpíada devem ficar atentos ao que pode e o que não pode ser levado ao estádio. O Comitê Organizador dos Jogos publicou o Guia do Espectador, que contém algumas orientações.

Entre as proibições, não é permitido entrar com bastão de selfie, assim como o acesso de espectadores portando bolsas, malas, mochilas e afins, salvo se estes itens forem transparentes, de modo a permitir a visualização do conteúdo.

É importante saber também que não haverá guarda-volumes disponíveis nos estádios, e os itens em desacordo com o estabelecido pela organização dos jogos Rio 2016 serão descartados e não serão devolvidos ao fim do evento.

Os detalhes podem ser conferidos abaixo:

Os espectadores estão proibidos de levar dispositivos explosivos ou materiais e substâncias para produzir tais dispositivos; aparatos incendiários ou substâncias inflamáveis de qualquer espécie; armas de fogo, munições ou qualquer objeto com aparência de uma arma de fogo; quaisquer arma ou objeto produzido ou adaptado para ferir outra pessoa; itens que poderiam, potencialmente, ser usados para atingir ou golpear outra pessoa (incluindo tripés de câmeras ou bastões, além de substâncias venenosas ou tóxicas de qualquer espécie (incluindo drogas ilegais).

Os espectadores também estão impedidos de levar qualquer item que possa prejudicar a competição, a operação eficiente da instalação, outros espectadores ou funcionários.

Itens como apontadores laser e dispositivos similares, objetos que criam barulho excessivo, como buzinas e apitos, dispositivos de comunicação (outros que não telefones celulares) que transmitem sinais de rádio, como walkie-talkies e hubs sem fio, bicicletas, skates, skateboards etc., objetos de difícil manuseio como escadas, bancos, cadeiras (dobráveis), caixas, embalagens de papelão, bolsas grandes, mochilas, malas e bolsas esportivas. “Difícil manuseio”, vale dizer, são os objetos maiores que 25cm x 25cm x 25cm e que não podem ser acomodados sob o assento.

Também estão vetados bandeiras e cartazes maiores que 1m x 2m, bandeiras e cartazes contendo qualquer mensagem ou símbolos comerciais, bandeiras de países ou territórios não participantes dos jogos; qualquer espécie de bebida, qualquer tipo de recipiente de vidro, qualquer modelo de dispositivo eletrônico que possa ser considerado potencial incômodo ou risco à segurança, animais (outros que não cães-guias para deficientes visuais), qualquer item com tema ou mensagem política, religiosa, racista, discriminatória, difamatória ou xenófoba, que os organizadores entendam que possam ter a intenção de ofender ou incitar a discórdia. qualquer alimento que não lanches para uso pessoal ou necessários por razões médicas. tripés ou outros equipamentos para câmeras cujos funcionários do evento entendam ter intenção de uso profissional.

468 ad