Porque fazer a manutenção preventiva

O ideal é consultar o manual do proprietário, mas, em geral, esse tipo de cuidado deve ocorrer a cada seis meses ou dez mil quilômetros – o que acontecer primeiro.

Estilo de direção e as situações às quais o carro está exposto contribuem para reduzir os intervalos entre as manutenções. Por exemplo, enfrentar muita poeira, estradas esburacadas, ficar parado em congestionamentos por muito tempo ou viver em locais onde a temperatura é elevada podem exigir que esse tipo de manutenção ocorra antes do prazo.

Um check-up completo, que confere lanternas, pneus, nível do óleo, filtro de ar, freios, embreagem, bateria, ar condicionado e outros itens básicos de seu carro, não gasta mais do que 15 minutos e ajuda a evitar problemas. A seguir, uma lista com algumas dicas para manter seu veículo em bom estado de conservação.

1. Alinhamento de direção
Para o carro se movimentar com segurança, é importante que esteja corretamente alinhado e com suas rodas balanceadas. Feita a substituição de componentes mecânicos no sistema de suspensão e direção, principalmente em componentes que nessa desmontagem afetam a geometria da suspensão, existe a necessidade de conferir todos os seus ângulos originais. São justamente esses ângulos da geometria da suspensão e direção que são verificados no alinhamento. Já o balanceamento das rodas corrige a distribuição de massa entre o conjunto roda e pneu, evitando assim trepidações que são transferidas ao volante.

2. Rodízio de pneus
Pneus “carecas” significam problemas, pois, em dias de chuva, o carro pode acabar aquaplanando. Além disso, a lei exige que as ranhuras do pneu tenham pelo menos 1,6 mm de distância do piso, a fim de gerar “calhas” por onde a água na pista possa escoar. Quando os pneus começarem a se desgastar, verifique periodicamente a altura das ranhuras, para isso observe a sigla TWI na lateral do pneu – se a borracha estiver nela, é hora de trocar.

3. Correias do motor
Existem diversas correias no motor com funções e “prazos de validade” diferentes. A mais conhecida delas é a correia dentada. Se ela arrebentar, o carro simplesmente para e, se arrebentar com o motor funcionando, pode acabar estragando mais peças. Assim, o recomendado é que a cada seis meses faça-se a revisão deste item.

4. Radiador
Verifique o nível de água e, caso esteja abaixo do mínimo, acrescente água no reservatório do líquido de arrefecimento. Observe também se a tampa do tanquinho está mal fechada ou até mesmo a bomba d’água com vazamentos.

carro

5. Óleo
A troca de óleo é necessária para manter a saúde do veículo em dia, pois é o óleo que lubrifica e retira as impurezas do motor do seu carro. Para fazer essa verificação, é necessário que o motor esteja desligado por pelo menos dez minutos, para que todo o óleo desça ao cárter. Quando for repor ou trocar o óleo, observe o manual do proprietário.

6. Palhetas e limpadores do para-brisa
A verificação dos limpadores precisa ser periódica, não apenas nos casos em que é necessário a sua utilização, como em uma chuva forte.

7. Filtros
Os filtros são responsáveis por manter a saúde do motor, afinal filtram o que deve ou não entrar na câmara de combustão, por exemplo. Você percebe quando o filtro está sujo quando o carro começa a forçar o motor, a gastar mais combustível. Portanto, observe a recomendação do manual do proprietário para saber o momento das trocas.

8. Velas
As velas são responsáveis por gerar a faísca da ignição, fazendo com que o motor dê a partida. Elas também diagnosticam possíveis problemas enfrentados pelo motor, como passagem de óleo para os cilindros e até mesmo se você precisa trocar de posto, já que “denunciam” um combustível adulterado. Elas também devem ser trocadas periodicamente, junto dos cabos da vela. A substituição varia muito de modelo, portanto, verifique o manual do proprietário.

9 Injeção eletrônica
Se a luz da injeção eletrônica mantiver-se ligada mesmo após passar um tempo desde que o motor foi ligado, significa que o leitor da injeção encontrou algum problema no sistema.

10. Cinto de segurança
Puxe de forma brusca para saber se o equipamento trava como é desejável. Caso apresente alguma falha, vá a um especialista para efetuar a troca do item de segurança.

468 ad