Resgate da tradição

A mostra “Imagens e Sons do Carnaval e do Samba de BH” fica em cartaz de 1º a 5 de fevereiro no MIS Cine Santa Tereza. É uma promoção da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura e do Museu da Imagem e do Som.

A programação inclui a exibição de documentários e curtas-metragens que abordam o carnaval e o samba da capital mineira, rodas de conversa, lançamento de site e ensaios abertos de blocos de rua. A iniciativa, inédita na cidade, tem o apoio da Belotur. A programação completa está disponível no site www.bhfazcultura.pbh.gov.br. A entrada é gratuita.

Com curadoria do historiador e realizador Marcos Maia e do museólogo e jornalista Victor Louvisi, a exposição tem a proposta de discutir a preservação, a produção e a difusão de acervos audiovisuais de carnaval e samba da cidade de Belo Horizonte.

Entre os destaques do evento estão as rodas de conversa, com convidados que se destacaram nos carnavais de Belo Horizonte, além de pesquisadores e historiadores.

Logo no primeiro dia, um dos ícones do samba belo-horizontino, Mestre Conga, participa de um bate-papo sobre histórias do carnaval da cidade. Junto à ele estará Marcos Maia, historiador e pesquisador do carnaval e Alexandre Silva Costa, presidente do Grêmio Recreativo Escola de Samba Cidade Jardim.

No dia seguinte, pesquisadores e historiadores conversam com o público sobre o registro e preservação de imagens do carnaval. Outra atração do evento será o lançamento do site “Sotaques do Samba” com o percussionista Djalma Corrêa. O site tem a proposta de mostrar as origens do samba e como ele foi se espalhando pelo Brasil tendo vários “sotaques”, mas mantendo uma unidade em comum.

Bloco Turunas da Madrugada, em 1946
Bloco Turunas da Madrugada, em 1946
Escola de samba Unidos de Monte Castelo, em1949
Escola de samba Unidos de Monte Castelo, em1949

Filmes e documentários

Durante os cinco dias do evento, o MIS Cine Santa Tereza exibe uma série de documentários e curtas-metragens que contam um pouco da história do samba e do carnaval na capital mineira.

Entre os destaques estão o documentário “Roda”, de Carla Maia e Raquel Junqueira, “Mestre Conga, o Inconfidente do Samba”, de Chiquinho Matias, “Coisa Nossa”, de Carlos Canela. Também serão exibidos fragmentos do acervo do MIS-BH como parte dos Cinejornais, do fundo Igino Bonfioli, do fundo Belotur e do fundo Globo.

Segundo a gestora do Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte, Siomara Faria, o evento segue a missão do MIS-BH de divulgar o acervo do museu, garantir a conservação da memória audiovisual da cidade, o registro e o acesso ao público.

“Boa parte dos filmes exibidos utilizou o acervo da instituição, além de colaborar com discussões sobre o carnaval em franco processo de revitalização, o evento tem o objetivo de tecer diálogo, através das rodas de conversas, com realizadores, pesquisadores, instituições de preservação do patrimônio artístico e cultural sobre a preservação e difusão dos acervos audiovisuais do carnaval e do samba da cidade”, completa.

Batalha Real, em1953: atividade carnavalesca organizada pelo jornal Estado de Minas
Batalha Real, em1953: atividade carnavalesca organizada pelo jornal Estado de Minas
468 ad