Riu por último

Este domingo 13 de novembro de 2016 marca o aniversário de 22 anos do primeiro dos sete títulos mundiais de Michael Schumacher na Fórmula 1. Foi na pista de Adelaide, na Austrália, em  13 de novembro de 1994, que o piloto alemão jogou o carro dele contra o de Damon Hill, contra quem disputava o título, tirando-o da corrida.

O GP da Austrália era a última corrida do ano. Nigel Mansell fez a pole, com Hill e Schumacher em seguida. O alemão largou bem e assumiu a ponta. Na 36ª volta, porém, Schumacher errou uma saída de curva e a Benetton dele chocou-se contra um muro, danificando a suspensão dianteira.

O alemão somava 92 pontos, contra 91 de rival Hill. Ciente de que estava prestes a perder o título, ele voltou para a pista e jogou o carro sobre o de Hill numa curva. Schumacher comemorou o título de campeão.

O alemão sagrou-se campeão por apenas um ponto de vantagem, numa temporada marcada por diversas polêmicas envolvendo as equipes Williams e Benetton.

Vale lembrar que Mansell, em substituição a David Coulthard e, por extensão, a Ayrton Senna, disputou quatro corridas pela Williams naquele ano, vencendo exatamente a última da temporada, o GP da Austrália.

Schumacher seria bi pela Benetton em 1995, e conquistaria mais cinco títulos (2000, 2001, 2002, 2003 e 2004) na F-1, todos pela Ferrari.

Hoje, aos 47 anos, ele vive recluso com a família, em recuperação do acidente de esqui sofrido na estação de Meribel, nos Alpes Franceses, no dia 29 de dezembro de 2013.

Michael Schumacher comemora título mundial pela Benetton
Michael Schumacher comemora título mundial pela Benetton
468 ad