Rumo ao bi

Na noite de 30 de maio de 2013, Vítor fez a defesa milagrosa que o tornou “santo”.

Na noite de Finados de 2016, ele falhou debaixo da mesma trave.

Mas santo é santo. Ainda mais no Horto, que, para Vítor e o Galo, rima com vivo.

Quem tem Pratto e Robinho pode, às vezes, dar-se ao luxo de errar.

Campeão em 2014, o Galo quer o bi.

Que venha mais um gaúcho, o Grêmio, porque o Inter já foi!

Curta as imagens, Massa!

468 ad