Simples, mas eficiente

Quando se fala em Polo e Virtus, é impossível não mencionar a segurança. O Polo sedan 1.6 possui mecânica simples, mas eficiente, afinal é equipado com conhecido motor EA-211 que dispensa o tanquinho de partida a frio, com calibragem da central eletrônica semelhante a do Polo, ou seja, com honestos 117 cavalos rodando com álcool e 110 utilizando gasolina como combustível a 5.750 rpm.

Quanto ao torque, são 16,5 kgfm com combustível vegetal e 15,8 kgfm com o derivado do petróleo, a 4.000 rpm. Voltando ao tema do início desta coluna, o Virtus, assim como o Polo, conseguiu nota máxima no teste de segurança – cinco estrelas tanto para adultos quanto para crianças no teste do Latin NCAP. Mas o sedan não parou por aí – conquistou, ainda, o selo Advanced Award, que premia os veículos carros que minimizam as lesões a pedestres em caso de atropelamento.

Um detalhe na avaliação feita pelo Latin NCAP chamou a atenção. No teste do sedan foi avaliado apenas um acidente de colisão lateral contra outro carro. Isso porque o Virtus é, na prática, derivado do Polo, que foi o primeiro a alcançar a nota máxima na avaliação. O modelo derivado do Polo conseguiu, na proteção a adultos, 32.56 pontos de 34 pontos possíveis. Já no quesito segurança para crianças, a nota alcançada foi 43 pontos de um total de 49.

Mas, o que garantiu ao Virtus as cinco estrelas de segurança foi o bom desempenho no teste que simula um acidente lateral. Nesse, dos 16 pontos possíveis o carro conquistou 15,88, mesmo índice dos testes frontais. Já na proteção a crianças, o Virtus somou 22 pontos de 24 possíveis. Assim como o Polo, o Virtus possui quatro airbags e sistema Isofix de fixação de cadeirinhas.

Virtus

Amplo espaço
O Virtus 1.6 MSI é para aqueles consumidores que procuram um autêntico Volkswagen. O modelo da montadora alemã tem 4,48 m de comprimento e 2,65m de distância entre eixos, nove centímetros a mais que o Polo ou seja, um sedan médio que é maior do que o Voyage e menor que o Jetta.

Na frente os ocupantes contam com assentos largos, que apoiam bem tanto as costas quanto as pernas, com opção da regulagem de altura para o motorista e boa distância entre os assentos. Mas é no banco de trás que os nove centímetros a mais são perceptíveis, afinal o carro possui bom espaço para as pernas dos ocupantes, mas sem saídas para do ar condicionado, presentes apenas nos modelos mais caros TSI.

Os plásticos utilizados no interior do Virtus são bem montados, de qualidade razoável e sem a aspereza encontrada nos veículos mais populares da marca, mas não espere variações de textura ou apliques metalizados, por exemplo. As portas do sedan têm o mesmo padrão de acabamento, com a presença de uma pequena área que utiliza tecido sintético.

Enquanto o acabamento é simples, a ergonomia a bordo tem destaque, afinal os instrumentos, assim como os comandos e a central multimídia, oferecem leitura fácil e utilização intuitiva. Mas a versão 1.6 do sedã não tem nenhum tipo de ajuste na coluna de direção. O porta-malas, além de permitir ampla utilização, possui dobradiças do tipo pescoço de ganso que não amassa a bagagem, com boa abertura da tampa e capacidade para 521 litros.

Virtus

Abaixo, a lista de equipamentos e os preços de cada versão do Virtus.
• 1.6 MSI (R$ 59.990)
Alarme, ar-condicionado, computador de bordo, fixação Isofix, rádio com entrada USB, travas e vidros elétricos e 4 airbags (frontais, obrigatórios e laterais).
Opcionais
Connect Pack: central multimídia, volante multifuncional, computador de bordo, controles de tração e estabilidade, rodas de liga leve de 15 polegadas e sensor de estacionamento traseiro.
Safety Pack: controles de tração e estabilidade.

• 1.0 TSI Comfortline (R$ 73.490)
Mesmos itens da 1.6 MSI, mais controles de tração e estabilidade, sensor de estacionamento traseiro, assistente de partida em rampas, volante com ajustes de altura e profundidade, retrovisores elétricos, central multimídia, rodas de 15 polegadas e volante multifuncional.
Opcionais
Pacote Tech 1: acesso sem chave e partida por botão, controle de velocidade de cruzeiro, sensor de estacionamento dianteiro, retrovisor interno antiofuscante, rodas de 16 polegadas, sensores de luz e chuva e aletas para trocas de marcha no volante.
Pacote Tech 2: mesmos itens do Tech 1, mais indicador de pressão dos pneus, porta-malas com ajuste de espaço, ar-condicionado digital, câmera de ré, detector de fadiga, frenagem pós-colisão e porta-luvas refrigerado.

• 1.0 TSI Highline (R$ 79.990)
Mesmos itens da Comfortline, mais acesso sem chave e partida por botão, controle de velocidade de cruzeiro, rodas de 16 polegadas, ar-condicionado digital e luz de condução diurna em LED.
Opcionais
Bancos de couro, banco do passageiro dianteiro rebatível, rodas de 17 polegadas.
Pacote High: sensor de estacionamento dianteiro, indicador de pressão dos pneus, porta-malas com ajuste de espaço, câmera de ré, detector de fadiga, frenagem pós-colisão, retrovisor interno antiofuscante, porta-luvas refrigerado, sensores de luz e chuva e quadro de instrumentos digital.

468 ad