Você é o que você come!

Diabéticos, hipertensos e pessoas simplesmente interessadas em educação alimentar chegavam animados para mais uma confraternização, trazendo nas mãos saladas coloridas, tortas cheirosas, bolos e biscoitos de dar água na boca. Criado com o objetivo de promover hábitos de vida saudáveis, o Grupo de Nutrição do Centro de Saúde Santa Terezinha, na Pampulha, movimenta a comunidade com ciclos de 12 encontros semanais, sempre concluídos com um festival de culinária para celebrar o encerramento e marcar o início do novo período. Após a celebração ocorrida em 13 de junho passado, vem aí o próximo ciclo, que começa em 4 de julho.

Criado em 2012, o Grupo de Nutrição que, em média, reúne 30 pessoas da comunidade, usuárias dos serviços da unidade de saúde, é coordenado por Suellen Fabiane Campos, nutricionista do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF-Pampulha) e doutoranda em Saúde e Enfermagem na Escola de Enfermagem da UFMG. O último ciclo foi coordenado também pela educadora física Aline Paiva. Os encontros acontecem às terças-feiras, no auditório da unidade (Rua Senador Virgílio Távora, 157, Santa Terezinha).

Nos encontros, os participantes aprendem receitas saudáveis para manter uma alimentação adequada. Recebem informações para combater e controlar o excesso de peso e outras alterações de saúde decorrentes de hábitos alimentares inadequados. Também aprendem a fazer a leitura dos rótulos dos alimentos para aumentar a autonomia na hora da compra, entre outros conteúdos. “Fazemos a discussão de temas ligados à alimentação saudável e à prática de atividade física, baseada numa metodologia dialógica, o que permite que os participantes coloquem em prática o que aprenderam”, explica Suellen Campos.

Sueli Carmem, de 68 anos, participa do grupo há três meses. Ela fala dos resultados positivos que observou. “A gente aprende a alimentar-se melhor. Já houve alteração nos meus exames somente com a mudança na alimentação e a prática da caminhada.”

Cerca de 30 pessoas da comunidade participam dos ciclos semanais e do festival
Cerca de 30 pessoas da comunidade participam dos ciclos semanais e do festival

Após os 12 encontros semanais, o chamado Festival de Culinária Saudável é realizado com o intuito de os participantes colocarem em prática o aprendizado ao longo do ciclo, trocarem receitas e experiências, e, ainda, envolver outros profissionais da unidade de saúde que ajudam na organização do festival e participam como jurados na escolha dos pratos mais saborosos.

Auxiliar de enfermagem há mais de 20 anos no Centro de Saúde Santa Terezinha, Jucélia Alves quis colaborar para que o festival fosse um sucesso. Ela preparou uma saudável salada de soja e ainda fez os “troféus” para os ganhadores: três colheres de porcelana com alguns grãos colados. “Inspirei-me no saquinho da fartura, mas selecionei grãos como o milho, arroz, castanhas, lentilhas, dentre outros. A ideia que quero passar é que não faltem alimentos saudáveis na sua dieta”, diz ela.

Além de encerrar o ciclo em alto nível, o festival é também uma forma de divulgar o próximo ciclo do grupo, incentivando a adesão de novos participantes. Mas a coordenadora explica que há outros planos em mente. “Nossa ideia é valorizar os participantes do grupo com a criação de um livro de receitas dos pratos apresentados no festival e de outras receitas trazidas ao longo dos encontros”, adianta Suellen.

Na 2ª edição do Festival de Culinária, os pratos premiados foram o bolo de cenoura integral feito por Salma Elias Daoud, que ficou em 1º lugar; a salada fria feita pela dupla Neuza Teixeira e Sueli Carmem, em 2º lugar; e a salada de soja de Jucélia Alves, em 3º lugar. Animada com a premiação, Salma Elias, 60, reconhece que sempre há espaço para mudanças positivas. “Sempre fiz bolo, mas a partir dos encontros, a gente percebe que pode mudar alguns hábitos e tornar o alimento mais saudável.”

Para a enfermeira Carina Borges, que trabalha no C.S. Santa Terezinha desde 2006, a ideia do festival divulga o trabalho do Grupo de Nutrição e incentiva outros participantes.

O bolo de cenoura integral feito por Salma Elias ficou em 1º lugar
O bolo de cenoura integral feito por Salma Elias ficou em 1º lugar

“Eu acho a iniciativa da Suellen sensacional! É uma forma de educar os pacientes para adotarem uma alimentação saudável. Participei como jurada da outra vez e, como jurada, a gente também aprende. Por isso, torço para que aconteça sempre. Espero que sejam organizados novos festivais. Acho que nos próximos ciclos teremos mais participantes, pois a repercussão é muito positiva.”

Educação Física

Além das informações sobre alimentação saudável, os participantes recebem também orientações sobre a prática de atividade física. Os encontros são recheados de orientações sobre exercícios que podem ser realizados em casa e em outros espaços, como nos aparelhos da Academia a Céu Aberto que fica próxima da unidade de saúde.

A educadora física Aline Paiva explica que em todos os encontros do Grupo de Nutrição são dedicados alguns minutos para a prática de exercícios físicos, com orientações sobre a forma correta de execução. Os pacientes também recebem as orientações por escrito.

Nos encontros, também são divulgados outros locais na comunidade nos quais os pacientes podem praticar as atividades, como na Academia da Cidade, nos grupos de Lian Gong, nas Academias a Céu Aberto, nos grupos de danças e atividades do Centro Cultural da Pampulha e nos grupos específicos de atividade física.

“Fazemos a avaliação mensal do peso de cada participante. Alguns encontros acontecem na Academia a Céu Aberto, próxima da unidade. Nesse dia, em que fazemos a atividade externa, aproveitamos para compartilhar dicas que promovem hábitos de vida saudáveis”, relata Aline.

Para mais informações sobre o Grupo de Nutrição coordenado por Suellen Campos, entrar em contato com o Centro de Saúde do Santa Terezinha pelos telefones 3277-7102/7103.

Andréa Moreira – Da Regional Pampulha

468 ad